quarta-feira, janeiro 12, 2011

Não seja prolixo- Parte cinco

 

 

As vezes tentamos sair do caminho errado. Mas quando o caminho errado é amar. Tudo fica diferente.

tumblr_lew29qdHvA1qbom07o1_500_large

 

Miúda está sentada do outro lado da mesa. Fernando a encara sente vontade de beija-la de tirar a sua roupa, ali mesmo, de ter o corpo dela, aquele corpo que sempre desejou, amou e cuidou.

-Então... - Fernando começa- Não me enrole com esse café você sabe muito bem que não vim aqui para isso.

-Eu sei.

-Sabe.

-É o fim.

-Miranda, olha pra mim!

-Estou olhando.

-Não está!- as pessoas da mesa ao lado olham assustadas- Desculpa. Miranda- Fernando respira fundo- Olha pra mim.

Miúda o encara.

- Agora me fala o que significa toda essa palhaçada.

-Eu não e amo

-O que?

-Eu não te amo.

Fernando a encara. “Não quer acreditar, seria melhor se estivesse doente”.

-Porque Miúda? Como, depois de todos esses anos...

Miúda não responde.

-Olha pra mim porra!

Miúda olha, seus olhos estão marejados, nem ela sabe o que está dizendo.

As pessoas da mesa ao lado começam a comentar. Desta fez Fernando não se desculpa muito pelo contrário, vai até Miúda e a Beija.

Miúda não se meche, deixa ser beijada, gosta, o abraça forte, ah aquele cheiro.

Fernando a aperta em seus braços fica feliz por ela não desistir, e sente fé novamente, fé que eles podem voltar e tudo da certo.

Miúda o encara. Fernando, sempre assim esperançoso, nunca desiste, sempre com fé, sempre com coragem, sempre. Ela estende o braço, passa mão em seu rosto, ele não recua, deixa ser acariciado, estava com saudade. Ela também.

-Miúda- O coração dela dispara finalmente ele resolve chama-la pelo apelido- Depois disso, como explica o que acabou de me dizer?- Fernando não a deixa responder sabe que a mulher que ama tem seus dias, mas além de ter aqueles dias, é muito complicada e teimosa. - Está sentindo isso?- Ele aperta em seus braços.

-Sim- ela diz em um sussurro.

-Nos amamos Miúda. Eu amo você e você me ama...

-Que lindos!- Miúda em susto sai dos braços de Fernando e olha para trás de si e lá está ela, linda, alta e loira.

Em um sussurro Miúda diz: Lucia?!

Continua…

9 comentários:

ૐ 'Priiscylα disse...

Ah não acredito, no climax da coisa ! kkk
Queria tanto que o Fernando ficasse com ela, adoro isso
beijo *;

gabs disse...

Que foda Lu, não tenho palavras, teu conto está ficando incrivel.

Dave disse...

Esse Fernando também é outro...

• cynthia bs disse...

Lú do céu, que coisa mais linda... e olha , a primeira frase diz tudo ** beijitos!

Suzi Montenegro disse...

.

Olá, Luana!

Seja muito bem-vinda!

Volto com mais tempo para ler o conto completo, desde o início, pelo que já li, me parece muito bom.


Beijo

.
.

Mayara Almeida disse...

Obrigada pelo comentário lá no meu blog.

Até uma próxima!

Betty Gaeta disse...

Oi Lu,
Estavacom saudade de vc e saudade de vir aqui. Puxa, que pena, cheguei na Parte V, não vou ter tempo de voltar para ler as anteriores.
Bjkas e uma ótima noite para vc.

http://gostodistonew.blogspot.com/

deia.s disse...

Adorei o teu blog, e a maneira como você usa os diálogos!
Parabéns (:
Estou seguindo, se puder segue o meu também?
http://amar-go.blogspot.com/

- Desde já agradeço, beijo!

Rodolpho Padovani disse...

Retiro o que eu disse no comentário anterior, agora sim o bicho vai pegar :O