domingo, janeiro 02, 2011

Mais do que a minha bipolaridade permite.

 

“E o que sou? Além das palavras que me vem em mente, que se criam e forma histórias que me cutucam que me fazem levantar da cama e digitar tudo. Sou isso apenas. Sou definições de escritores que jamais verei, sou personagens inventados, tirados do mais fundo poço de um escritor, sou a música do vilão da novela e sou a tristeza dos feriados que odeio, do carnaval ao natal. Sou alegria das manhãs e às vezes a chatice da hora de ir embora, a emoção do acabou, a pessoa que chora enquanto todos dão risadas e a pessoa que da gargalhada enquanto os outros choram. Sou do contra. Mas para mim estou na direção certa.

Ou talvez eu não seja nada disso.

E tudo isso seja uma grande mentira de palavras bem unidas.

Não sei. Não sei. E talvez nunca saiba, viverei anos ou dias, com a mesma essência de quem sente cada emoção a flor da pele e que esconde todas elas embaixo da epiderme.”

 

 

Feliz 2011!

Olá amigos, espero que esse ano os sonhos passem para esse mundo real e que os medos possam ser superados, os corações conquistados e o mundo um lugar melhor para se viver.

Quero informar eu não vou mais pegar os selos desafios que recebo de vocês, eu sei que vocês me indicam com todo carinho, mas por motivos especiais, não postarei mais. Obrigada pelos selos, pelos comentários por todo o carinho.

Então está dada a largada para mais um ano aqui No Recreio, espero, de mim mesma, que eu possa está presente não só aqui como nos blogues que tanto gosto. Sei que será um ano mais que novo pra mim, mas bem diferente, mas quando amamos algo não importa se o tempo é curto sempre arranjamos um tempo e é assim que vou fazer com blog sempre tiver um tempo.

Beijos e abraços.

Luana Santana

6 comentários:

Cynthia Brito disse...

feliz ano novo pra ti tbm, meu amor !
Tudo de bom *--*

gabs disse...

Sempre muito bom.
Feliz 2011 pra ti tambem.

Rebeca Postigo disse...

Como sempre...
Encantando...
Adorei!!!
Flor...
Feliz ano novo pra ti...

Bjs

fatoSempalavras disse...

talvez uma grande mentira com palavras bem reunidas pode nos ajudar a lidar com tal bipolaridade,né?

viver com uma grnade verdade que se torna iconveniente ou com disfarce natural, algo podado em mente?

de qlqr forma,que a vida,o ano,os corações tentem estar em paz!

Solange disse...

Luana,

somos mesmo feitos dessas incertezas, dessas dualidades, desses pensares...

acho que é daí que vem a mágica, a inspiração, o desejo de ser sempre um tanto melhor...

adoro suas palavras....

beijo enorme e um 2011 de alegrias plenas...

Descobrir-se Descobrindo disse...

Fico feliz de começar questionar-se quanto ao que você é. Sem dúvida é o primeiro passo para aceitar-se nas imperfeições e buscar melhorar a cada dia mesmo que em meio a dúvidas, incertezas, medos, desafios. Talvez nunca chegaremos a conclusão da nossa verdadeira personalidade, do nosso verdadeiro eu, porém a partir do momento que aprendemos a lidar com nós mesmos, os outros se tormam apenas os outros e você mais que qualquer um, o dono das suas decisões.