terça-feira, junho 22, 2010

Mano velho.

Reparei pelas fotos velhas, mas que parecem novas, que eu já não tenho mais a mesma idade, parece lógico, mas às vezes a ficha não cai.
Fiquei olhando cada minuto registrado ou seria segundo?
Reparei nas amizades que hoje nem me encaram mais.
Revi os amores que hoje já têm outros.
Precisei parar de escrever um pouco para olhar tudo novamente.
É tempo... Você passou.


Lembrei dos cinemas, das guerras de bexigas, dos almoços e das confusões em aula.
Acho que só eu lembro e sinto que só em mim dói.
Que cada dia às vezes vai passando rápido sem eu ter noção disso.
Mas que também às vezes eu paro e reparo em tudo e ai à ficha cai.
Se outra vez eu vir você, se outra vez pudermos ir ao cinema ou sujar a cozinha da sua mãe...
Irei tirar as mesmas fotos.
E depois de um tempo terei as mesmas saudades.
È um ciclo vicioso de amigos, momentos, fotos e saudade.

19 comentários:

Harry disse...

Realmente né...se formos olhar tudo o que passamos, no geral, vamos sentir a mesma coisa que o texto descreve.
Não há mesmo um modo de fazer o tempo parar, nem um segundinho, para aproveitarmos mais aquele instante né?
Enfim, o que fazer? Acho que é só aproveitando cada milésimo de segundo ao lado das pessoas que nos fazem bem. =]
Bjs Lu

Milla disse...

Realmente o tempo passa muito rápido às vezes. Esse texto se encaixou certinho no que eu senti hoje enquanto olhava as minhas fotos antigas, o tempo passa mas as saudades sempre ficam..

boa escolha de layout :)

beijos

Brunno Lopez disse...

Pois é Srta. Lua.
O tempo adora nos mastigar mas nunca nos engole.

Digere as pessoas que amamos primeiro. Sempre nos oferece a solidão e o marasmo.

Mas podemos sorrir de alguma forma, a vida sempre deixa a gente com um armário cheio de roupas novas.

Obrigado pelo comentário.
Beijo.

Rebeca Postigo disse...

Totalmente verdade...
Tudo poderia ser tão diferente ou tão igual...
Lindo texto!!!

Bjs

P.S.: Amei o novo layout!!!

Rebeca Postigo disse...

Flor!!!
Meu nome esta errado...
Não é Rebega...
Mas sim Rebeca...
Hehehe...

Bjs

Erica Ferro disse...

Os momentos podem ser parecidos, as lembranças parecidas, mas nada nunca é igual, igualzinho.

;*

* Luria Corrêa , disse...

Luua, adorei o novo lay do blog , sempre linda a tua criatividade. Adorei o texto, me identifico e acho que crescer sempre foi e será um desafio.

Beijos :)

Janaina Paes disse...

Me lembrou uma música:
[...] De todo o meu passado boas e más recordações, quero viver meu presente e lembrar tudo depois. Nessa vida passageira![...]

D, disse...

Então, vou ser sincero, ia passar apenas para agradecer o carinho inesperado lá em meu blog
Feliz, de verdade que tenha gostado
Mas chego aqui e vejo que o comentário não poderia ser apenas “Obrigado”
Suas palavras são lindas e verdadeiras, o tempo soma, diminui, planta, consome
O tempo devora seus próprios filhos e nossas vidas passam tão rápido que... Às vezes parece que foi apenas uma brisa cheia de nostalgia e eletricidade

Lindíssimo, passo a te seguir
Beijos

Betty Gaeta disse...

Oi Lua,
Que texto lindo ... Realmente é um círculo, mas a vida está mais para uma espiral.
Bjkas e boa noite.

pierre almeida disse...

Que nostalgia me bateu agora quando li sobre algumas coisas. Inclusive, quando você fala 'das amizades que nem me encaram mais' e isso é fato. Acredito que as amizades verdadeiras, elas duram se for possível uma vida inteira. Mas é triste quando você abre os olhos e vê que alguns dos que diziam ser seus melhores amigos, na verdade não são.

Marlon Eduardo Faria disse...

Adorando o que ando lendo por aqui.

Vc escreve com verdade e isso é muito bonito.

Parabéns!

Grafite disse...

PERFEITO!
"Reparei nas amizades que hoje nem me encaram mais.
Revi os amores que hoje já têm outros."

Adorei aqui,
seguindo :D

beiijo,
*.*

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Adorei!

Betty Gaeta disse...

Oi Lua,
Só passei para desejar uma boa noite e uma ótima sexta-feira.
Bjs

Amanda Arrais disse...

Às vezes sinto que essa nostalgia só bate em mim. Nem é querer que tudo volte, só querer que algumas pessoas lembrem de certas coisas com a mesma saudade que eu lembro. Mas fazer o que, né? Recordar é bom sim e fico feliz em ficar feliz ao lembrar do que passou.

:D

Luiza disse...

tem coisas maravilhosas de se lembrar. adorei, obrigada pela visita, beijos

Mariana disse...

Às vezes tudo passa tão rápido que é difícil não sofrer com a saudade.
Adorei seu blog, estou seguindo.
Passa lá no meu: http://amabilemartinelli.blogspot.com/

Beijo. :)

gabriela m. disse...

pra acompanhar teu post: Fotografias, do Leoni :**