quarta-feira, abril 21, 2010

Motivos.

-...Porque é isso que eu faço, é uma busca incerta de certezas que nem eu sei se tenho, não sei muitas vezes nem o que procuro. Confessou baixinho.

-È uma ajuda de qualquer "alguém" que escreveu para o todo, todos com o mesmo problema e depois eles vem me falar de diferença? - disse indignado.

-E nos meus dedos, que correm em seus cabelos negros e ondulados é que busco o conforto e quem sabe em troca, um abraço eterno, mas que não é só bom para mim, eu sei, elas também sabem. È um bem comum, que eu odeio. - lamentou com um olhar pedido. Ele parou...

-Sabe o que aconteceu com aquele por do sol? - ela abaixou os olhos...

-O que aconteceu no olhar,...O olhar verdadeiro?- perguntou ele, demonstrando que entendia.

-Era mentira? ... Era verdade?

-Era mentira, porque eu fingi também! - confessou.

-Era verdade! Não quero mais acreditar que posso fazer de suas mentiras algo verdadeiro-Ele confessou...

-Mas é isso que eu faço!- respondeu ela-
Busco as lembranças de um sorriso... Perdido nos dias, nos anos, que se passaram. - confessou.

Ele se levanta.

- Não quero, mais essa bebida, quero novos bares, novos ares, me de um olhar perdido! Mas é em você que eu encontro tudo, mesmo com incertezas.
Encontro-te de novo para novamente, ter uma nova mentira.- pegou a mão dela e aproximou do peito-
Mas sinta o calor que tenho, a ardência da mentira, da paixão.
Prefiro ainda ter a mentira, porque é por isso que vivo, acredito em suas mentiras, porque me da força, me da coragem...

Ela respirou, fechou os olhos... E jogou as palavras.

-Porque é isso que eu faço, sou a certeza, sou a mentira...- E foi embora.

3 comentários:

Rebeca Postigo disse...

Lua...
Tua maneira de escrever é tão suave...
Tratas de assuntos tristes com leveza...
Algo que não vejo muito...
Sua maneira de relatar é fantástica...
Mentira é algo dolorido...
Sinceramente...
Odeio mentiras...
Amei o conto!!!

Bjs

Anônimo disse...

Muuuito bom, parabéns *-*
HP.

Milla disse...

que lindo! acho que mudar para agradar os outros não é algo muito bom, mas se ela se sentia bem sendo o que ele queria e em partes o que ela queria, não há do que reclamar...

beijos