quinta-feira, agosto 18, 2011

Das tuas formas em mim

tumblr_lp7zrpnx481qfeqmfo1_500_large

O gosto que tem todas as tentações do seu corpo me da água na boca e o modo como desejo você soa estranho para os meus ouvidos, tão aprimorados. Eu quero você.

E nem sempre, desse modo louco que estou, sinto isso, não é por muito tempo infelizmente, isso vai passar, será mais uma história para contar, uma ferida para parar de doer e uma ferida de guerra, assim como as suas tatuadas, no seu braço direito. Eu te observo.

Os problemas se repetem para saber de que forma vou passar por ele ou se vou encara-los de vez, extinguir qualquer possibilidade de um retorno, eu passo, eu supero, e estou mais forte.

As tentações veem em partes, cada vez mais intensas, só para saber se eu ando na linha.

Só que dessa vez- eu não vejo nenhuma linha para ser seguida.

3 comentários:

Van disse...

O amor não traz um caminho , não segue roteiro e não traz scripts...acontece a medida em que nos deixamos envolver por suas amarras...são sempre tão intensas chegando por vezes a nos sufocar. O amor é assim e a diferença entre o antídoto ou veneno é a dose. Lindo post ! Grande Beijo !


www.meusescritoseoutraspalavras.blogspot.com

ૐ 'Priscylα disse...

É como se só tivéssemos só a caneta pra escrever, sabe, sem volta. Lindo texto

Brunno Leal disse...

Lindo lindo, Luana.
Ás vezes buscamos seguir essas linhas, mas, de fato, nem sempre tendem a nos levar pro lugar que buscamos.

Beijos!