segunda-feira, julho 19, 2010

A surpresa (II)

- Se não leu a primeira parte clique aqui


Marcelo?- perguntei indignada.

Luiza, eu disse para você ficar dentro do carro!- ele ordenou.

Luiza?- Marcelo parecia que tinha visto um fantasma quando me reconheceu.

Espera ai – ele entrou na conversa-vocês se conhecem?

E quem é ele Luiza?- Marcelo disse encarando o rapaz de olhos verdes ao meu lado.

Eu não acredito Marcelo Augusto, na minha frente, depois de oitos anos sem saber dele, sem saber se estava vivo ou morto ele aparece assim do nada, como naqueles filmes legais que a gente sem querer descobre que vai passar na televisão.

Eu sou o Carlos amigo da Luiza-Carlos se apresentou dando a mão para Marcelo que também o cumprimentou.

Eu não conseguia parar de encarar ele, também tudo naquele homem estava diferente só o olhar que ainda era o mesmo, sedutor e intrigante. Mas ele estava mais alto, bem mais alto, também quando o conheci...

Luiza?- e senti uma mão no meu ombro me balançando-você está bem ?

Oi?- eu pisquei finalmente-claro estou sim... È... Então Marcelo como vai?

Eu estou bem e você?- ele respondeu automaticamente, sem pensar, eu percebi, francamente! Oito anos sem me ver, OITO ANOS, e ele fala comigo como se nos falássemos todos os dias...

Estou bem também... Você... – eu tentei dizer, mas talvez ele achasse entranho, fico oitos anos sem vê-lo e já vou dizendo como ele está lindo? E alto! E lindo!E... Lindo? – Você parece realmente bem. –Porcaria tanta coisa para se dizer e digo isso-pensei.

Por uns dois segundos parecia que Marcelo sabia exatamente o que eu estava pensando, ele ficou parado me encarando, tentando me desvendar com aquele olhar de “eu sei o que você fez no verão passado”.

Bem vamos resolver logo isso?- Carlos finalmente interrompeu o momento –Olha cara, foi realmente um acidente, eu estava tentando ensinar...

O que? Não acredito que o Carlos estava fazendo isso comigo, contar para o cara que eu não via há oito anos! Que eu estava aprendendo a dirigir! Não mesmo, eu dei um beliscão no braço dele.

È ele estava ensinando um aluno por celular e ai não prestou atenção, sabe como é? Ou dirige ou fala no celular né Carlinhos?- disse sorridente passando a mão em seu braço delicadamente, mas implorando com os olhos para que ele concordasse.

È isso mesmo, não da para fazer os dois, sou um pouco burro-Carlos disse ironicamente.

Sem entender muita coisa, Marcelo apenas nos encarou e perguntou em seguida – então como ficamos? Vamos trocar os telefones? E ai eu passo no meu mecânico...

Claro pode falar eu anoto aqui – eu disse sem pensar e sem esperar Marcelo terminar de falar.

Marcelo não entendeu o meu jeito, afinal só eu sabia por que estava assim, elétrica e eufórica. Então trocamos os telefones e deixamos combinado de nos falarmos sexta de manhã. Entrei no carro, dessa vez no banco do passageiro e Carlos no do motorista.

Hei Lu, por que você disse aquilo para aquele cara? Não é vergonha não saber dirigir – Carlos perguntou enquanto entravamos no carro- Tudo bem que você estava com o carro desligado...- Então ele parou e percebeu que eu não estava prestando atenção nele- Lu?

Vamos embora, por favor- Eu respondi...

Carlos como um bom amigo percebeu que eu não estava me sentindo muito bem, então fomos embora.
Marcelo sem entender nada do que aconteceu.
Carlos sem saber o que eu tinha.
Eu.... Bem... Tentando controlar meus sentimentos, recém- acordados.


Continua.


" OLá pessoas, espero que estejam gostando do meu novo conto.
Mas não vou falar dele por hora, quero dar uma recado para vocês. Está chegando a 21ª Bienal do Livro- SP. No sit eles estão oferecendo um selo para a divulgação, eu já peguei o meu!
Agora, tenho uma ideia, quem é de São Paulo ai levanta mão ( o/ , piadinha sem graça, eu sei). Então estava pensando na ideia de marcar com vocês ( blogueiros (as)) um encontro nessa Bienal do livro, que começa no dia 12 e vai até o dia 22 de Agosto.
Estou sugerindo pois quero conhecer pessoas, que assim como eu, possuem um blog e gostam de ler e tudo mais.
Bem se alguém se interessar é só me add no msn, está lá no perfil.
Espero que vocês aponhem a ideia! ( e divulguem também =)
obs.Quem não é de São Paulo também está convidado para essa ideia.
Beijos e boa semana!"

9 comentários:

Thaís Winck disse...

estou adorandoooo o conto
conta logo o final
estou ansiosaaaaa
x..x

L. disse...

Muito bom o conto... e denovo, não me aguento de curiosidade!!!!! UHSAUshuHASusha

posta logo heein!!

;*

Ray Siq disse...

tô acompanhado o conto...tá interessante \o/ haha
eita, nem sou de Sampa, e nem vou proximo mês, deixa pra proxima!
Beijooo :*

Rodolpho Padovani disse...

Um reencontro desses mexeu com ela, mas deve haver no passado desses dois, hehe...
espero a continuação...

Bjs =)

Rosi Tonaco disse...

Adorei o seu blog! Estou seguindo você e ficaria muito feliz se você seguisse o meu blog também. www.tressebien.com
bjks

MAILSON FURTADO disse...

Muito bom o seu blog, bela postagem, parabéns!

Belo Trabalho...

Veja...
http://mailsonfurtado.blogspot.com

Betty Gaeta disse...

Oi Lu,
Moro no interior e não vai dar para ir.
Estou adorando o conto.
Ainda que qse no fim do dia: Feliz Dia do amigo!
Bjkas e boa noite para vc.

Mandy disse...

Olá moça, obrigada pela visitinha no meu blog. Estou um pouco sem tempo agora, mas prometo voltar pra ler a primeira e a segunda parte tambem desse conto que deve estar muito bom.
Bom, adorei essa sua ideia do encontro de blogueiros na bienal. Pena que não vou poder participar. Adoraria, mas não moro ai ainda.
Enfim, voltarei mais vezes aqui.
Beijoos
Mandy

Luiza disse...

ah gostei sim, vou pra outra parte! beijos