terça-feira, julho 06, 2010

E sem querer ser triste.

Peguei uma cadeira e coloquei de frente ao mar.
Quando eu sentei, ela afundou, não por causa do meu peso, e sim pela areia.
Fiquei ali olhando todas aquelas ondas, vindo, quebrando, morrendo. Olhei para cima e vi aquele céu azul, típico de inverno, daquelas manhãs que começam frias e depois esquentam e nos deixam nervosos por ter que carregar tantas blusas de frio.
Voltei meus olhos para o mar e uma lágrima, que eu não sabia que estáva ali, esquentou o meu rosto e contornou o meu queixo e ali permaneceu pendurada.
Senti uma pontada no meu coração figurativo e veio imediatamente, falta dos meus amigos, dos amores que nem realmente existe, só quando os vejo. Senti falta do cheiro da minha mãe, das tardes em que ajudava meu pai a arrumar o motor do carro e ai ficávamos tão cansados que deitávamos no nosso jardim e ali ficávamos olhando as nuvens até a minha mãe nos chamar para o tão esperado almoço.
Em um susto com as minhas próprias lágrimas eu voltei para o presente, para a praia, que nem estava tão vazia assim, tinha umas pessoas caminhando e umas crianças construindo castelos e eu... A chorar.
Era triste olhar para trás e ver que tudo passou tão rápido e ter que confessar a mim mesma que aquele passado foi o ápice da minha vida.
Desculpe-me presente, por te magoar e me perdoe futuro por duvidar que você possa ser melhor do que tudo que já vivi, mas é que a ausência da felicidade me incomoda, a saudade vem todo dia e ali cria morada no canto do peito e depois vem queimando meu coração de angustia, e quando quer também o esfria fazendo-me sentir pena de mim mesma.
Queria ser feliz.
Queria ter o amor que deixei ir embora, mas depois penso: “ me machuquei tanto”, e logo vem a duvida: “será mesmo que fiz tudo que tinha que fazer?”
Não sei! Só sinto.
Sinto muita saudade de você meu amor.
De você, minha mãe, minha protetora.
De vocês, amigos que nem se lembram mais de mim.
De você, pai. Meu companheiro.
E de você... Felicidade.


obs. Oi Lindas e Lindos! Estou um pouco sumida dos blogs ai, mas prometo que vou ler e comentar. Bem vou ficar mais uns dias sem postar por que vou ficar uns dias fora. Mas se possível, pego umas horinhas para vim aqui ler os maravilhos blogs que sigo e também postar. Beijos!

10 comentários:

Milla disse...

Sem querer ser triste mas sendo..Às vezes me pego nesses momentos de saudade também, quando eu penso que o passado foi o único momento que eu tive de felicidade até aqui, mas acho que ainda tenho que confiar no que o futuro está guardando pra mim e não me acomodar..

Lindo texto! Beijos

Rodolpho Padovani disse...

A gente não pode basear nossa vida sempre no passado, muitas vezes nos pegamos dizendo "eu era feliz e não sabia", mas o que impede o presente e o futuro de serem bons são nossa dúvidas e descrença de que isso pode acontecer... nem td acontece como queremos, nem sempre acertarmos, mas a vida da gente é a gente q faz e a felicidade mora dentro da gente, ela só pede que paramos de procurar lá longe...

Bjs =)

Marília Nascimento disse...

Eu poderia estar matando, me drogando, traficando, me prostituindo... ou melhor dormindo! Mas não, em vez disso eu to aqui comentando em blog (de uma pessoa que eu nem amo ¬¬)

Querida, eu disse anteriormente q vc se daria bem pra crônicas, né? Eu disse. Adorei esse texto, achei de uma suavidade impar. Muito gostoso de ler.

E não... Eu não chorei dessa vez.

Rebeca Postigo disse...

Ah...
"Felicidade são apenas momentos que duram segundos e que são suficientes para serem inesquecíveis. Mas tome cuidado, pois se esses momentos passarem a ser freqüentes... Isso não será mais felicidade... E sim... Rotina!!!"

Bjs

Rebeca Postigo disse...

P.S.: Sim Flor!!! Estive sumida por esses dias...
Desculpe...
Mas tive muitas coisas para resolver...
Acabei ficando sem cabeça para escrever... =/
Mas agora tudo esta entrando nos eixos...
Hehehe...

Bjs

Brunno Lopez disse...

'Aquele passado foi o ápice da minha vida'.

As vezes eu acordo com essa citação em minha cabeça.
Você veio me lembrar disso dessa vez.

Eu concordo com tudo.

RIO BRANCO SUD disse...

Esse texto faz a gente ter muitas recordações, até porque quase todo mundo concorda, pelo menos em partes, com o que foi dito. ): Muito bom mesmo! E, poxa, seu Blog tá muuuuuito legal (o layout). Parabéns!

Betty Gaeta disse...

Oi Lu,
Como sempre, seu texto é muito bom.
Mesmo ficando uns dias fora, qdo vc voltar, estaremos aqui esperando por vc.
Bjs

vanessa b.' disse...

adorei. As vezes tudo que nós conseguimos pensar é na felicidade do passado, e não conseguimos enxergar um futuro bom. Me indentifiquei demais.

Rebeca Postigo disse...

Tem um desafio no meu blog pra ti...

Bjs